SECÇÃO: Sociedade

Dia Mundial da Voz | 16 de abril
A Voz instrumento de trabalho e comunicação

O Dia Mundial da Voz que é assinalado esta terça feira, foi criado para sensibilizar as pessoas para os cuidados que devem ter com este instrumento de trabalho, chamando a atenção para a importância do rastreio na deteção atempada das patologias e na preservação da voz.

A Voz instrumento de trabalho e comunicação assinala-se hoje em todo o mundo (Imagem: Estúdio 1 da OCIDENTE, rádio/jornal)
A Voz instrumento de trabalho e comunicação assinala-se hoje em todo o mundo (Imagem: Estúdio 1 da OCIDENTE, rádio/jornal) 
Falar pausadamente, não gritar, alimentação equilibrada e beber muita água são alguns dos cuidados a ter com a voz. Nesta fia Mundial da Voz, vários hospitais estão a realizar rastreios, aproveitados também para quem utiliza a voz como instrumento de trabalho.

Cooperativa de Gestão dos Direitos dos Artistas, Intérpretes ou Executantes, cujo objetivo é a gestão coletiva dos Direitos dos Artistas, onde se incluem atores, bailarinos e músicos, e a Fundação GDA assinalam o data, associando-se ao Hospital Egas Moniz em Lisboa, e ao Hospital Escola - Universidade Fernando Pessoa de Gondomar, promovendo ações de rastreio gratuito da Voz para Artistas, em Lisboa e no Porto.

Em Lisboa, o rastreio terá mais uma vez lugar na Unidade da Voz do Hospital Egas Moniz do CHLO – Centro Hospitalar de Lisboa Oriental. O Rastreio da Voz é gratuito e será realizado por meio de observação médica que inclui laringoscopia.

No Porto, o rastreio será feito em parceria com o Hospital Escola - Universidade Fernando Pessoa e terá lugar na Unidade Móvel do Projeto Ambulatório de Saúde Oral e Pública.

Estas ações têm em vista a sensibilização dos cidadãos portugueses em geral, e dos profissionais da Voz em particular, para os cuidados a ter com este instrumento de trabalho, para a importância do rastreio na deteção atempada das patologias e na preservação da voz.

“Sendo a Voz um dos principais instrumentos de trabalho da maioria dos artistas, um dos objetivos da nossa Acção Social, que apoia estas parcerias com o Hospital Egas Moniz e com o Hospital Escola - Universidade Fernando Pessoa de Gondomar, é garantir que os nossos atores e cantores estão suficientemente esclarecidos sobre os cuidados a ter com a voz, e que estão suficientemente sensibilizados para a prevenção deste tipo de patologias, dando também o exemplo aos outros cidadãos”, refere Francisco Costa, responsável pela Acção Social da Fundação GDA, afirma a propósito dos cuidados a ter com a saúde em geral, e com a voz em particular.



15 Abr 2013, 12:41h


Votar:
Resultado:
33 Votos

Diga o que pensa sobre este texto. O seu comentário será publicado online após aprovação da redacção.

GosteiConcordo
Comentários
NomeEmail
Código de VerificaçãoInsira os algarismos da figura
 
© 2009 Ocidente | Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital.
Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.